voltar
Pesquise sobre nossas escolas, notícias, portais e páginas.
(apague o campo para eliminar a pesquisa.)

Formação para implementação do Currículo de Sergipe acontece com professores de Aracaju

Por Francimare Araújo
- 12/02/2020 13:00:00
329 acessos imprimir

2020 é o ano em que o Currículo de Sergipe para a Educação Infantil e Ensino Fundamental deve chegar a todas as escolas do Estado

 

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Departamento de Educação (DED), iniciou na manhã desta quarta-feira, 12, a multiplicação do primeiro módulo do Currículo de Sergipe para professores dos anos iniciais e finais do Ensino Fundamental da Rede Pública de Ensino de Sergipe. Estiveram reunidos na Faculdade Estácio (Fase), em Aracaju, cerca de 500 professores dos nove componentes curriculares lotados na Diretoria de Educação de Aracaju (DEA). 

 

Desde setembro de 2019, a equipe central de formadores do Currículo de Sergipe realiza formação continuada para implementar o currículo nas escolas de todo o território sergipano. Para tal, foram planejadas duas etapas a fim de contemplar diretores regionais, secretarias municipais, professores e gestores.

 

De acordo com a analista de gestão do DED, Mariana Muniz, oito das dez diretorias já receberam a formação, e as atividades continuam, com previsão de serem finalizadas até o fim deste mês, quando inicia o próximo módulo. "Todas as escolas precisam implementar o currículo a partir de 2020. Para isso, o professor precisa entender o currículo, como adequar à sua aula e colocá-lo em prática. Essa formação é composta de três módulos e tem o objetivo de preparar o professor para implementar o currículo". 

 

A coordenadora pedagógica da DEA, Ana Cristina, explica que a ação tem a atuação da equipe de formadores do currículo e também propõe selecionar os formadores que irão gerir as atividades referentes aos módulos um e dois. Diante de uma eventual demanda, a DEA fará a seleção via processo simplificado, podendo se candidatar dois formadores por componente curricular para dar continuidade à formação do segundo grupo de professores da diretoria reservado para outro momento. "É necessário que os professores tenham conhecimento das competências e habilidades tratadas nesse documento para enriquecer as suas práticas docentes", disse. 

 

Durante a formação, os professores e professoras se debruçam em conteúdos que abrangem temas voltados às fundamentações pedagógica e teórica da Base Nacional Comum Curricular, bem como ao Currículo de Sergipe; conhecem e verificam como estão organizados esses documentos; trabalham com base nas competências gerais e específicas dos componentes curriculares que lecionam; e realizam atividades práticas a fim de desenvolver aulas alinhadas aos instrumentos mencionados anteriormente. O coordenador estadual ProBNCC/Undime, Rogério Tenório, enfatiza que a aproximação com os/as professores/as busca construir segurança para fazer o trabalho mediante a realidade da sala de aula. 

 

Com essa ideia em mente, a professora Sara Carvalho, que leciona Educação Física no Colégio Estadual Leonor Teles de Menezes, localizado no bairro Mosqueiro, em Aracaju, compareceu à formação para empreender o conteúdo proposto e buscar novas maneiras de melhorar as práticas pedagógicas à luz dos documentos de que se apropria. "A formação nos auxilia na parte prática. O formador está nos mostrando outras formas de sair do viés teórico e aplicar na prática", concluiu.